quinta-feira, 12 de março de 2009

children

Ela se sentia criança novamente, procurando as escuras pela casa pela presença dele. Ela adorava isso, poder se sentir com a idade que quisesse quando estava com ele.
Os cômodos mais do que familiares estavam completamente escuros, iluminados apenas por alguns pequenos feixes de luz que escapavam das cortinas fechadas. Ela andava apalpando as paredes as cegas, assim como fazia quando era menor, com a única diferença da vontade com que ela apalpava tudo, abria as portas, e fingia não ver as outras pessoas que ela encontrava no meio do caminho. Ela precisava achar ele. Nada mais do que isso.
Precisava achar naquele escuro, o calor do corpo dele, o som de sua respiração, e encontrar na presença dele a lembrança do sorriso que daria quando ela o encontrasse.
Ela correu para o ultimo lugar que havia sobrado da casa, seu quarto. Foi logo em direção ao armário e abriu a primeira porta com delicadeza, e tocando um corpo quente que se encolhia ali, segurando o riso.
Ela sorriu, um sorriso mais do que sincero, espontâneo. Sabia que ele também sorria. Abriu a outra porta do armário e entrou lá.
- Receio que seja o primeiro a ser encontrado. –Ela disse rindo baixinho.
- Droga, nunca fui bom em me esconder. –Ela com certeza sabia disso, mais do que ninguém. Ele foi mais para o canto, dando um espaço para ela sentar ao lado dele.
Ela foi pro lado dele com cuidado pra não esmagar ele ou fazer qualquer barulho. Ele passou o braço pelos ombros dela.
- Precisamos mesmo sair daqui? –Ele perguntou baixinho, chegando com o rosto mais perto.
- Acho que não... –Tudo o que ela queria é que o mundo se resumisse aquele pequeno armário, e que ela pudesse voltar a ser criança ao lado dele, ali, naquele momento.

24 comentários:

♥Anny♥ disse...

Acho que tudo que nós gostaríamos,é de ter esse amor,essa inocência de amar ser reservas e sem preocupações!

texto típico da Yaas...

MARAVILHOSO!

bjãoo coiiisa foofuxa!

Menin@ disse...

Ah... eu queria um momento desse marcado na minha vidinha! :D
Que lindo!!!
Só em pensar já dá vontade de sorrir junto deles! ;)
Bjix
P.S. texto típico da Yaas... MARAVILHOSO! [2]

Caá disse...

São momentos que agente nunca esquece, momentos mais puros e sinceros *------*

ótimo fds yaas, beijoo!

Mellow Fox disse...

Que buniitiinho *--*
Amei&amei esse texto :D

m frank. disse...

own que lindo *-* adoro essas historinhas que voce escreve.. tem um charme :*

Lara disse...

Aí que lindo!!!
Eles estavam brincando de gato mia, esconde esconde no escuro, ou com venda. Nunca me agarrei num armário. hsauhsauhsuhah'
Quero voltar a ser criança, como tu consegue assim tão fácil yaas??!

m frank. disse...

oaeuhauehu claro que LP é show. haoeh' vc ja leu o 'midnight sun'?
cara, é tão interessante saber que o edward morre de amores pela bella. ain =@

m frank. disse...

saber todo mundo sabe né! mas saber o que ele pensa, as agunias, tristezas contadas por ele de uma forma que da dó :x owntxi *-*

Egon Henrique disse...

"DROGA NUNCA FUI BOM EM ME ESCONDER"- por isso estoua qui ;)

Texto legal, boa semana pra você...

bjos e busque sonhos

Andréia disse...

muito bom fofa! adoro esses textos..

ate+

றιkąeℓℓy Rocha disse...

Texto simplesmente ÓTIIMO,ultiimamente tenho voltado ao meu tempo Criança ♥

Me encontrei nesse textoo...
____________________________________
Já fazia tempo q ñ entrei no meu Blog enem tinha mais vindo akii gostei do sseu Lay,onde consiguiiu ??
Bejiim


Mika

Mariáh S. disse...

tambem tenho momentos em que sejo voltar a ser criança :)
quando eu só sonhava com um amor, e nao sofria por um amor :/
mas é gostoso amar e sonhar :')
'ela foi pro lado dele com cuidado pra não esmagar ele ou fazer qualquer barulho. Ele passou o braço pelos ombros dela.'
amei mesmo, parabens cherrie
xoxo :*

B. disse...

O mais próximo do amor que eu consigo chegar são pelos seus textos. Sério, chega a ser engraçado. É que atualmente ando muito voltada apenas a mim mesma, sabe, algo meio narcizista, então tenho deixado o amor de lado um pouco (poucão). Yas, sou apaixonada pelos seus textos, e você sabe, né? :)

ALF disse...

Que coisa doce Yaas. só mesmo teu coraçãozinho terno pra escrever um encanto de texto assim.

Amei de coração.
Lindo.
:)

matheus disse...

muito bom! Parabéns, escreves bem x)

Menin@ disse...

Selinho e même pra ti!
Bjix

Menin@ disse...

Adorei o novo lay!!!
E o esquilinho!!!!!
*-*

Milena Shoji. disse...

adorei, adorei, adorei.
maravilhoso o seu texto, de verdade!
"Precisava achar naquele escuro, o calor do corpo dele, o som de sua respiração, e encontrar na presença dele a lembrança do sorriso que daria quando ela o encontrasse."

você escreve do jeito que eu gosto, que me agrada *-*
beijão.

Brunadovinil disse...

Acabei de escrever um texto com luz entrando pela janela e um quarto escuro.

:]

Lindo texto flor :**

Mariáh S. disse...

juro, quero um esquilo de pelucia .-.

Tiffany disse...

que lindo esse texto!

bem original...gostei mesmo.

Jillian disse...

Cara, que texto lindíssimo *o* juro,lindo mesmo. Nunca vi um desses :/ amor transpirando inocência. Difícil.

P.S. texto típico da Yaas... MARAVILHOSO! [3]

;) ;) Sabrina ;) ;) disse...

Adorei o layout!

Adorei o post!

Adorei TUDO!

Está perfeito!

Bjs!

P.S.: Preciso de você lá no blog. Dá uma olhada lá que você entende.

Bjs de novo!

Carolzinha disse...

- a inocência de criança é sempre um charme que os "adultos" tendem a usar.

Liiiindo texto, me passou uma paz.

Beijos, bom final de semana ;DD