sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Don't try to read me

Ela sempre foi boa com as palavras, e ainda mais com o seu teatro natural. Sabia soar verdadeira quando queria, sabia falar a verdade e sabia despistar as pessoas. Sempre foi como um bom livro, que as pessoas nunca se interessaram em ler, pois a capa parecia dizer muito. Meu caro, isso tudo sempre foi um bom jogo de marketing de quem quer aproximar pessoas interessadas em conteúdos e não em status. Alias, lê-la não vai lhe trazer muitos privilégios... Acredite, ninguém nunca leu, e todos estão muito bem assim.
Se esconde dentro das palavras complexas, dos códigos e do seu quarto. E não tente lê-la. Ela só se deixa ler, por quem acha que merece... E talvez essas pessoas nem disso não saibam.

~Oi meus leitores;

Tudo bem, admito. Escrevi isso de novo na hora de postar :B sim, bate uma vontade de postar algo fresco sempre quando vou ver o que por no post, e sempre acabo escrevendo alguma coisa. Também descobri que não consigo escrever nada sobre o que estou pensando, por que sempre começo falando de uma coisa e termino falando de outra e no fim todo mundo acha lindo e não entendeu nada ._. vou ter que trabalhar mais nisso. Outra coisa que eu persebi com esse post é como eu gosto disso, da comparação das pessoas com livros. Sempre me achei muito parecida e sempre gostei da idéia de guardar meus pensamentos pra alguém que eu achasse que fosse a pessoa certa pra lê-los... Tudo bem, algumas pessoas esperam o principe encantado e eu espero um leitor dedicado, pelo menos foge um pouco do clichê.

Bom, amo vocês e boa semana!

beeeijos :*

12 comentários:

Menin@ disse...

Também descobri que não consigo escrever nada sobre o que estou pensando, por que sempre começo falando de uma coisa e termino falando de outra e no fim todo mundo acha lindo e não entendeu nada ._.

KKKKKKKKKKKKK
RIDEMAIS!!!

E sim, é tudo muito lindo mesmo! *-*
Beijos,

Lunna disse...



Ahhh...vc escreve muuuuito bem...
Bom, eu gostei.. hihihi

[kkkkkkk¹²]

bju ;*

Mayara disse...

shaushaushaus...

realmente quando a gente mais quer escrever as vezes n tem um assunto... quando pensamos em um qremos escrever sobre ele mas n sai ndaaaa... :P isso é frustante ¬¬'...

A nossa vida é um livro... cd paragrafo cd linha uma surpresa... as vezes até ja esperamos q aconteça, mas nunca acontece da maneira q pensavamos então n dxa de ser uma surpresa n é?

mas tudo bemm... blog cmo sempre muito maaaraa :DD

bjuus

Joyce Carolini. disse...

"leitor dedicado".
Gostei disso e do texto!


Beijos Yaas!

m frank. disse...

yaas.. sempre consigo me ver nos seus textos. caraaamba. =D
quando é que vc vai escrever um livro? que tal "memórias de uma yaas"? asodiusahodihd :P

adooooooro!
beijos =*

vivi disse...

gostei, você tem bastante leitores dedicados, can be sure of that ;]
seu texto tá perfeito!
:*

Buba. disse...

Ah que saudades desse cantinho aqui, de suas palavras, de sentimentos. Eu me considero um livro aberto, com certas páginas arrancadas. E, de verdade, se nem eu mesmo me conheço, os outros que não vão conhecer.

A filha única disse...

Sou como você. Eu venho aqui no blog com um opinião formada e pronta pra escrever, mas quando eu abro a página, o jogo vira completamente haha
beijo :*

Keel Diniz disse...

Acho que acontece com todos.. começar uma coisa e terminar outra; eu jah comecei e apaguei vários posts antes de postar realmente.. Mas assim, comparar uma pessoa a um livro realmente é surpreendente.. esperar o "leitor deidicado" perfeitooooo^^

Paulinha. disse...

"Também descobri que não consigo escrever nada sobre o que estou pensando, por que sempre começo falando de uma coisa e termino falando de outra e no fim todo mundo acha lindo e não entendeu nada ._."

2 OASIDSIODSAIODSOIADIOAIO
gostei dessa de esperar um bom leitor ao invés de um príncipe encantado :D

Mayana Carvalho disse...

me vi por inteira no seu texto, sou bem assim mesmo.. ain não paro, ameei.

Beijos

vivi disse...

selinho pra você, passa no blog! o/
bgs