domingo, 8 de novembro de 2009

Less time


Senta na escada de frente para a rua e apenas observa o movimento com um olhar amplamente vago. Sente a chuva bater com delicadeza no seu cabelo, e o vento o jogando na frente dos olhos, com uma frequência suficiente para que ela notasse. Pensa no que se passa em cada carro que passa, pra onde vão, de onde vem e quantas pessoas devem estar esperando-as ou apenas sentindo a falta. O coração aperta, e é um sentimento involuntário, do qual ela não consegue fugir durante muito tempo. Lembra do passado, de quanto já sofreu perdendo pessoas, de quantas vezes não sentiu falta e de como começou a odiar as mudanças. Não queria de volta, não queria nem imaginar que isso pudesse acontecer, mais as palavras já rodavam em sua cabeça. O arrependimento já batia, pensando como o tempo corre, como ela estava sentada ali, pensando na vida enquanto os ponteiros do relógio giravam sem dó nem piedade, apenas fazendo a contagem lenta e torturante do tempo perdido...

~Olá leitores *-*

Desculpa a demora pra postar E para responder os comentários, mais eu simplesmente achei que teria mais um bloqueio criativo (que na verdade eu tive, de certo modo) mais hoje simplesmente saiu esse post :) AE. Os comentários, responderei o mais rápido possível, e agradeceria se as pessoas que seguem dessem uma aparecida de vez enquanto, porque meu pc não deixa que eu abra o blog delas D: ou seja, só to podendo visitar os da minha lista e os dos cometarios (sux).
Amo todos vocês
xoxo :*

11 comentários:

JLooly disse...

ta limd guria!
como sempre
beijos <3

Lunna disse...

Gostei muito do seu texto...
gosto desse jeito de escrever... destacando os sentimentos...
dá mais emoção...

kkkkkk²³


;*

Bruna Bianconi disse...

Já me senti assim, adorei o texto :}

Camis disse...

Lindo lindo.
Inspirador.

Desculpa o sumiço. =/

=*

Luh* disse...

Que texto lindo, ficar só observando faz um bem!
beijos

A filha única disse...

você escreve muito bem *-* mesmo!
beijo ;**

Buba. disse...

Sabia que eu sempre fico pensando nisso? Quem são aquelas pessoas no carro, o que pensam, pra onde vão. Isso me deixa pensando horas e horas. E seu texto me lembrou um poeminha que eu li na oitava série, eu acho. Linda você, Yas.

Mayara disse...

Amei o texto... as vezes te da esses "bloqueios criativos" mas a cada texto uma surpresa... vc sempre me surpreende com seus textos maravilhosos...

obrigada pela visitinha no meu blog... volte sempre.

bju

♥Anny♥ disse...

Não importa que você demora a postarm, se quando vc postar vir com coisinhas tão bonitinhas!
*-*
Ameei o texto, me identifiquei um pouco com ele, tô numa fase melancoólica que soó vendo!
xD
mas ameeei o teexto!
;D

Buba. disse...

Odeio quando você me abandona, e demora tanto pra postar. Preciso de suas palavras, ok

Kika =) disse...

Vc não me conhece, mas vivo olhando os seus textos. Sempre visito pra ver se tem algo novo. Amo o jeito que você escreve, com as palavras. Eu criei um blog assim também =) Ficaria feliz se você visitasse um dia...
Bjs