sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Efeito colateral


Mell dells.Como uma coisa pode ser tão boa e tão ruim, ao mesmo tempo?
Tipo, a vontade de morrer quando você percebe que a pessoa que você "ama" (entre parenteses por pode rolar uma duvida ai no meio), não te ama do mesmo jeito, ou quando ela parece não ligar mais, ou pior, quando ela parece ligar para outra pessoa. Mas em compensação a sensação de alivio que você sente ao ve-la, o frio na barriga quando você vê ela olhando na sua direção, a tremedeira que você sente quando sabe que esta prestes a encontra-la, os sorrisos abobalhados que você da no meio da rua quando lembra dela ao ver qualquer coisa (até um papel de bala na rua), a vontade de gritar, a vontade de correr em direção dela e nunca mais olhar pra tras.
Nunca acreditei naqueles papos de livros romanticos, do tipo que quando os personagens principais se encontram a vida deles inteira parece fazer sentido numa fração de segundos, e eles nem conseguem entender o que é aquilo que esta acontecendo, por que todo mundo sabe que livros de romances são feitos para nos fazer sonhar, com o amor verdadeiro, e com o principe do cavalo branco,...Mas nunca acreditei realmente que esse tipo de sensação fosse possivel.Que mesmo você talvez não sendo correspondida, você sorri só de pensar que aquela outra pessoa existe, e isso te faz mais feliz do que qualquer outra coisa em todo o mundo.
Saber que se não for você, outra pessoa com certeza vai sentir isso ao lado dela (pelo menos é o que você deveria imaginar).
As vezes acho que é a idade que começa a me afetar, fazendo os pontos de vista mudarem, e os sentimentos também.Ou talvez seja apenas os efeitos colaterais de muitos livros de romance. Mas uma coisa tenho que admitir, por mais ruim que essa sensação estranha possa ser, ela consegue me fazer feliz, nem que ela me faça chorar todos os dias por saber que não te tenho aqui comigo.

4 comentários:

B. disse...

Isso tudo é o inverso contraditório do amor. =D Eu costumava me apaixonar, coisa de menininha de primario mesmo, sabe. Mas foi o máximo que já consegui. Atualmente nada além da atração fisica, não me faz muita falta mesmo... Sabe como é, não dá para sentir falta do que nunca teve.

Yaas disse...

pra dizer a verdade, foi a primeira vez que eu me senti assim. Isso que eu achava que ja tinha passado por isso

Mah ;) disse...

yaas :P eu também ja me senti assim.. ahh o amor.. haeiahe :P
vo te linkar tb!
beijoo

B! disse...

Amar é isso. O amor é isso. Nada tem explicação, mas ao mesmo tempo tudo faz sentido. Faz tempo que eu nao me apaixono de verdade, estou presa ainda ao meu ex namorado.. Sabe como é, primeiro amor, primeiro beijo, entao fica marcado em mim. Estou esperando ainda o meu "principe" sem encantos aparecer pra me fazer feliz. Beijos.